Resumo da CCT 2020/2021

  • Data base alterada de 1º de maio para 1º de outubro.

  • A partir de 01/09/2020, fica estabelecido o salário normativo de R$1.670,20 (um mil e seiscentos e setenta reais e vinte centavos) por mês, ou R$7,59181 por hora, para uma jornada de 44 horas semanais.

  • Os salários de office-boys, faxineiras, copeiras e jardineiros, serão baseados conforme o mercado (nunca inferior a 1,10 salário mínimo vigente).

  • Os salários de vigias e seguranças serão estabelecidos pela convenção coletiva de trabalho de suas categorias.

  • Os pisos salariais fixados nesta CCT não são aplicáveis aos menores aprendizes, na forma da Lei.

  • A partir de 01/09/2020, os salários serão reajustados em 2,46% até R$5.000,00, vigentes em 30/04/2020.

  • Salários acima de R$ 5.000,01 serão reajustados com um valor fixo de R$123,00 (cento e vinte e três reais).

  • OBS.: TAIS REAJUSTES NÃO SÃO RETROATIVOS A MAIO/2020. DEVE-SE REAJUSTAR A PARTIR DE 01/09/2020.

  • Para o período de 2020, fica negociado, desde já, entre SINABEF e SINDPRESP, por meio da Convenção Coletiva de Trabalho, que o valor do PLR será zero.

  • Ticket refeição = mantido valor mínimo de R$20,00 (vinte reais) cada, a partir de 1º de setembro de 2020, além de R$6,00 (seis reais) referente ao café matutino.

  • Ticket supermercado / vale supermercado = no valor de R$275,00 (duzentos e setenta e cinco reais), OU, alternativamente, cesta básica com produtos no valor equivalente a R$275,00 (duzentos e setenta e cinco reais).

Ao final do dia, o texto integral da CCT 2020/2021 será disponibilizado no site do SINABEF.

AS EMPRESAS DEVEM APLICAR, DESDE JÁ, AS REGRAS DESTA NOVA CCT, SOB PENA DE SOFREREM AUTUAÇÃO E MULTA POR PARTE DE ÓRGÃOS FISCALIZADORES DO TRABALHO.


Associação Brasileira de Empresas de

Engenharia de Fundações e Geotecnia

Todos os direitos reservados @ 2017 - TGSTI